Petrobras quer vender fatia na Braskem em no máximo 12 meses

A estatal tem uma participação total de 36,1%, ou 47% das ações com direito a voto

Por Portal de Notícias 10/12/2019 - 09:47 hs
Foto: Banco de Imagens / Divulgação / Braskem
Petrobras quer vender fatia na Braskem em no máximo 12 meses
A Braskem, dona do Polo Petroquímico de Triunfo, é uma fatia petroquímica da estatal Petrobras

A Braskem, dona do Polo Petroquímico de Triunfo, é uma fatia petroquímica da gigante estatal Petrobras, que planeja vendê-la em no máximo 12 meses. Além disso, segundo o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco, há uma defesa para que a empresa seja listada no Novo Mercado da bolsa paulista como forma de obter um maior valor na operação.

- A Petrobras está fortemente comprometida em desinvestir na Braskem. Nós lemos recentes notícias de que a Odebrecht, que controla a Braskem, propôs vender a companhia em 36 meses. Nós discordamos fortemente disso, nós queremos vender Braskem em, no máximo, 12 meses, para o mercado de capitais, transformando a empresa em uma ‘corporation’ - disse Castello Branco, ao participar de encontro com analistas e investidores em Londres.
Por fim, a Odebrecht tem 38,3% da Braskem, ou 50,1% do capital com direito a votos, enquanto a Petrobras tem uma participação total de 36,1%, ou 47% das ações com direito a voto, segundo informações do site da companhia.
A Odebrecht após ser um dos principais alvos da Operação Lava Jato, está reestruturando R$ 51 bilhões em dívidas, uma das maiores reestruturações da América Latina.