Tarifa da Certaja pode subir até 75%

Sem descontos, conta de luz de 1 milhão de gaúchos pode ficar mais cara

Por Marcos Essvein 31/05/2016 - 11:15 hs
Foto: DIVULGAÇÃO
Tarifa da Certaja pode subir até 75%
Reajuste está previsto ainda para 2016

A conta de luz de mais de um milhão de gaúchos pode ficar mais cara com o fim dos descontos concedidos pelo governo federal para as cooperativas de eletrificação rural. O cancelamento do benefício tem datas e valores diferentes, entre 2016 e 2018, conforme a revisão tarifária (ciclo de atualização dos valores cobrados) e o valor do subsídio recebido por cada distribuidora.

Documento enviado pelo Ministério de Minas e Energia na última semana, em resposta a requerimento de informação do deputado federal Alceu Moreira (PMDB/RS), aponta que os usuários da Certaja, que atende parte dos Vales do Taquari e Jacuí, por exemplo, podem ter um aumento aproximado de mais de 75% já neste ano. A Cooperativa fornece energia elétrica para o interior de Triunfo e General Câmara.

Segundo o deputado, além de inadimplência, os aumentos causam desequilíbrio na economia dos municípios. Para garantir a conta mais barata, Moreira apresentou ainda um projeto de lei (PL 4732/16) que possibilita a manutenção dos descontos para compra de energia pelas cooperativas até 2030 e propôs a realização de audiência pública da Câmara para discutir a questão, com data a ser definida nos próximos dias, numa parceria entre as comissões de Agricultura e Minas e Energia.

No quadro abaixo conheça o caso de cada distribuidora no RS atingida pelo fim dos descontos.

Distribuidora / Ano do aumento / Aumento previsto*

 

CERTAJA / 2016 / 75%

COPREL / 2017 / 50%

COOPERLUZ / 2017 / 40%

CERMISSÕES / 2017 / 10%

CERILUZ / 2018 / 85%

CERTEL / 2018 / 85%

CRELUZ / 2018 / 45%

CRERAL / 2018 / 35%