Semana Mundial de Aleitamento Materno

Semana Mundial de Aleitamento Materno

Amamentar é uma chance valiosa da mãe criar vínculo amoroso com seu filho

Por Clin - Clínica Infanto Juvenil 09/08/2018 - 14:41 hs

Rosely Farias Leote
Fonoaudióloga – CRFa 8709

Entre 1º e 7 de agosto, ocorreu a Semana Mundial de Aleitamento Materno. Amamentar é uma chance valiosa da mãe criar vínculo amoroso com seu filho! Aproveite!

O leite materno é um recurso natural que oferece todos os ingredientes necessários durante os primeiros seis meses de vida do bebê. Além disso, mamentar a criança até os dois anos fortalece a imunidade, previne doenças e prepara a musculatura para os sons da fala.

A amamentação é uma pratica natural, capaz de trazer inúmeros benefícios para o bebê, como também para a mãe e a família.

O aleitamento materno deve ser exclusivo, até os seis meses de vida. Isso significa que, até completar essa idade, o bebê deve receber somente o leite materno, não deve ser oferecida qualquer outro tipo de comida ou bebida, nem mesmo água ou chá. Após esse período ele deve continuar pelo menos até os dois anos de idade, em associação com a alimentação complementar.

 

As vantagens do aleitamento materno são muitas:

* Promove uma interação profunda entre mãe e filho;

* Ajuda no desenvolvimento motor e emocional da criança;

* Faz o útero da mãe voltar mais rápido ao tamanho natural;

* Diminui o risco de hemorragia pós-parto e, consequentemente, de anemia na mãe;

* Ajuda a mulher a voltar mais rapidamente ao peso que tinha antes da gestação e diminui o risco de câncer de mama e de ovário.

* Fortalece as musculaturas faciais responsáveis pela mastigação e fala.

 

O leite materno é um alimento completo e ideal para o bebê, pois ele contém todos os nutrientes em quantidades adequadas, proporciona ótimo crescimento, é de fácil digestão, fornece água para hidratação, protege contra infecções e alergias e propicia menos problemas ortodônticos (dentes) e fonoaudiólogos (na fala) associados ao uso de mamadeira.

Para que o bebê seja amamentado corretamente, a aréola – área mais escura e arredondada do seio – deve estar limpa, macia e flexível; o bebê precisa estar posicionado de forma adequada a posição inadequada na hora da amamentação pode acarretar desconforto para o bebê e para a mãe, bem como dificuldades para realizar a sucção. (Pode também acarretar manobras respiratórias e de deglutição alteradas). A boca do bebê deve estar de frente para o bico do seio para abocanhá-lo e a maior parte da aréola deve estar dentro da boca dele. A mãe deve apoiar com o braço e a mão o corpo do bebê.
Muitos mitos ainda cercam o aleitamento materno e eles podem atrapalhar esse momento tão importante.

Consulte um fonoaudiólogo! Esse profissional incentiva, apoia, defende, oriente e as mães durante o aleitamento materno, garantindo um “presente saudável para um futuro sustentável”.