Felipe Vieira deixa o SBT-RS e vai para São Paulo

Jornalista butiaense vai morar na capital paulista a partir de janeiro

Por Portal de Notícias 09/12/2019 - 13:40 hs
Foto: Divulgação
Felipe Vieira deixa o SBT-RS e vai para São Paulo
Jornalista butiaense vai morar na capital paulista a partir de janeiro

O jornalista e apresentador do SBT Rio Grande – 2ª Edição, o butiaense Felipe Vieira, despede-se da emissora e segue em janeiro para São Paulo. A mudança se ocorre pela vontade dele de ficar próximo da família, que terá residência na capital paulista a partir de janeiro de 2020.
- Nada é mais importante que a família e o mercado de São Paulo é grande e desafiador - disse.
Viera não revela, mas garante que além do site que já mantém há 18 anos –www.felipevieira.com.br -, terá outros laços com o mercado gaúcho.
- Tem muita coisa acontecendo e eu espero poder revelá-las a partir de janeiro. De qualquer forma, devo manter um ‘pé’, no Rio Grande do Sul - revela.
Desde abril de 2018, quando chegou ao SBT-RS, Vieira foi responsável pela apresentação do Segunda Edição – noticiário noturno da emissora.
- Uma satisfação que fica da passagem pelo SBT é a possibilidade de se expressar e opinar sobre os mais diversos assuntos com a mais ampla liberdade e poder de crítica. Agradeço muito o SBT pela oportunidade de trabalho e pelos desafios impostos. Tive a oportunidade nesse um ano e oito meses de me reconectar com a televisão. Adorei trabalhar com uma equipe jovem e aguerrida comandada pelo Danilo Teixeira e o desafio de aumentar a audiência em um horário de disputa tão acirrada - diz o jornalista.
Felipe ressalta ainda a realização de mais de 60 entrevistas com personalidades como o vice-presidente da República, general Mourão, Tinga, Martha Medeiros, José Jesus Camargo, Mario Sergio Cortella, José Galló, Maria Elena Johannpeter, Luciano Hang, Leonardo Fração, Clóvis Tramontina e outros.
- Adoro uma boa conversa e o quadro fixo das quartas-feiras me possibilitou conhecer gente nova e contar boas histórias de políticos, empresários, intelectuais, através de entrevistas - disse.
Para coroar esse trabalho, ele se surpreendeu com a conquista nos dois anos do prêmio Press de Melhor Apresentador de Televisão do RS.
- Eu estava fora da TV aberta há sete anos e foram conquistas maravilhosas – finaliza.

O JORNALISTA

Felipe Garcia Vieira sempre quis trabalhar em rádio e guarda na ponta da língua a data em que soltou o vozeirão pela primeira vez: 15 de janeiro de 1979, na única emissora de Butiá, a Rádio Sobral. Tinha 13 anos de idade. Seis anos depois, era gerente da rádio, e a admiração pelo veículo se mantém inabalada. Profissional multimídia, além de apresentar o programa SBT Rio Grande 2ª Edição, tem espaços na internet editando o site de notícias focadas nos interesses dos porto-alegrenses que leva seu nome.
Felipe participou da inauguração da Rádio Charqueadas FM. Entre 1989 e 1999 atuou nas Rádios Gaúcha, CBN e Itapema FM e também na RBS TV, TVCOM (Grupo RBS). Em 1999 foi contratado pela Band RS onde permaneceu até 2010. Ancorou programas nas Rádios Band AM e Bandnews FM e na Band TV. Na rádio Guaíba de Porto Alegre apresentou os programas Guaíba Cidades e AGORA. Na TV Record apresentou o programa Poder RS.
Por seu trabalho como jornalista, conquistou 10 troféus do Prêmio Press, promovido pela editora Press & Advertising, nas categorias de melhor apresentador de rádio, TV e programa de rádio. Duas vezes foi reconhecido pela premiação como jornalista do ano no Rio Grande do Sul. Recebeu ainda premiações da Associação Rio-Grandense de Imprensa (ARI), Troféu ARI/Farsul como jornalista destaque no setor primário, Amigo do Livro concedido pela Câmara Riograndense do Livro, Destaque jornalismo Cultural da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre e Jornalista de Qualidade, do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade. Em 2018 recebeu da Câmara de Vereadores de Porto Alegre a Comenda Porto do Sol.

As informações são do site do jornalista