Juiz adverte que operação-padrão de agentes penitenciários tensiona situação em Charqueadas

Em dia de visitas, agentes fazem assembleia geral, nesta quinta-feira

Por Portal de Notícias 04/12/2019 - 19:31 hs
Foto: Divulgação / Amapergs
Juiz adverte que operação-padrão de agentes penitenciários tensiona situação em Charqueadas
Categoria protesta contra o pacote de reformas do governo do Estado

Titular da 1ª Vara de Execuções Criminais, o juiz Paulo Augusto de Oliveira Irion alertou hoje (4/12) que a operação-padrão deflagrada pelos agentes penitenciários, ainda em fim de novembro, tensiona a relação com familiares de presos da Penitenciária Estadual de Charqueadas. O bloqueio de viaturas também cancela audiências de custódia, em Porto Alegre, o que aumenta a revolta dos parentes.

De acordo com o magistrado, as restrições aplicadas pelos servidores em meio à operação padrão, como a suspensão de compras de produtos da cantina e a redução de ingresso de produtos trazidos pelos visitantes, agravaram a situação.
Na tarde de ontem (3/12), familiares de presos protestaram, em frente do Foro Central I, na Capital. Irion adverte que o cenário pode piorar, nesta quinta, dia oficial de visitas em Charqueadas.
Na segunda-feira, o magistrado recebeu dos apenados um abaixo-assinado, reclamando das restrições impostas pelos agentes da Susepe. A categoria, representada pela Amapergs-Sindicato, protesta contra o pacote de reformas dos planos de carreira e das regras de aposentadoria do funcionalismo. Amanhã, os agentes penitenciários fazem assembleia geral para discutir o rumo das manifestações.
Preocupado, o juiz alertou que o impasse “tende a se espalhar para outras unidades prisionais caso o Estado não consiga progressos com o sindicato dos agentes”.

As informações são da Rádio Guaíba