Prefeitos vão ingressar no Ministério Público Federal para pedir reformas na barragem de Amarópolis

Barragem necessita de manutenção pois a metade das 44 comportas da eclusa estão danificadas e, com isso, o nível do Rio Jacuí não se mantém na altura que deveria

Por Portal de Notícias 07/09/2019 - 19:49 hs
Foto: Banco de Imagens
Prefeitos vão ingressar no Ministério Público Federal para pedir reformas na barragem de Amarópolis
Barragem está com a metade das comportas danificadas

Na quarta-feira (4), o prefeito e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp), Carlos Gustavo Schuch, se reuniu em seu gabinete com prefeito de General Câmara, Helton Barreto, integrante da diretoria do Sindibritas e Agabritas de Porto Alegre, Fernando Machado, e os procuradores jurídicos Grazieli Mayer e Gustavo Baptista, de Vale Verde e General Câmara, respectivamente.
Na oportunidade foi tratado do encaminhamento de uma ação ao Ministério Público Federal sobre a situação da Barragem de Amarópolis, que necessita de manutenção e reparos, pois a metade das 44 comportas da eclusa estão danificadas e, com isso, o nível do Rio Jacuí não se mantém na altura que deveria.



O prefeito Carlos Gustavo Schuch explicou que a barragem tem importância para a navegação, agricultura (irrigação), pesca e turismo.
-  Como a demanda já foi encaminhada ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) no início deste ano, e não houve nenhuma manifestação do por parte do órgão, decidimos apelar ao Ministério Público e pedir o apoio dos municípios de Rio Pardo, Butiá e Minas do Leão para uma ação conjunta, já que estes também fazem parte desta malha hidroviária -  afirmou Schuch.