Prefeito cobra medidas urgentes para a área da segurança em Minas do Leão

Miguel Almeida teve encontro com o comandante-geral da Brigada Militar

Por Portal de Notícias 13/06/2019 - 08:45 hs
Foto: Ascom / Pref. Minas do Leão
Prefeito cobra medidas urgentes para a área da segurança em Minas do Leão
Miguel Almeida foi recebido pelo comandante-geral da Brigada Militar

O prefeito de Minas do Leão, Miguel Almeida, voltou a cobrar do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Mário Ikeda, medidas para o aumento do efetivo da corporação em Minas do Leão. O encontro ocorreu na terça-feira (11), no comando da BM em Porto Alegre.

Segundo o prefeito, desde o governo passado é perceptível o tratamento inferior que Minas do Leão tem recebido por parte da Secretaria de Segurança Pública. Em 2018, quando houve a destinação de novos brigadianos para a região, o município foi o único a não ter sequer um novo soldado.
- Conversamos dois anos com o Governo Sartori e, agora, levamos as mesmas pautas ao Governo Eduardo Leite. Já estivemos com o secretário Ranolfo e com o coronel Ikeda, mas as dificuldades para avançarmos são grandes, ainda que sempre sejamos parceiros - comenta o prefeito.
Na reunião de terça, Almeida voltou a cobrar o aumento do efetivo em Minas do Leão e o funcionamento do posto da Brigada Militar nos horários habituais, já que hoje a unidade está praticamente fechada. Ao ressaltar que o município não tem estado nas prioridades da área de segurança do Governo do Estado, o prefeito destacou que cidades vizinhas receberam novos PMs e veículos nos últimos dois anos.
- Nós sabemos da realidade de Minas do Leão, do número de habitantes que temos e da situação do Estado. Mas vemos, de maneira muito clara, um avanço da criminalidade também no nosso município. Estamos às margens de uma rodovia federal e com uma extensa área rural. Além disso, é visível a presença maior do tráfico de drogas na nossa cidade na comparação com cinco ou seis anos atrás - destaca Miguel Almeida.

CÂMERAS DE SEGURANÇA

O município se dedicou, nos últimos meses, na elaboração de um projeto de videomonitoramento para todos os bairros. Câmeras de segurança irão gravar, 24 horas, a movimentação em pontos estratégicos da cidade e as imagens serão compartilhadas com as polícias Civil e Militar. A prefeitura deverá lançar a licitação nas próximas semanas a fim de definir a empresa que irá operacionalizar o sistema. Entre as câmeras, algumas farão leitura da placa de veículos e cobrirão todas as entradas e saídas do município.