Abstenção chega a 20,3% e é o maior índice desde as eleições de 2002

No Rio Grande do Sul, 18,14% dos eleitores aptos não compareceram para votar

Por Portal de Notícias 08/10/2018 - 18:01 hs
Foto: Divulgação
Abstenção chega a 20,3% e é o maior índice desde as eleições de 2002
No Rio Grande do Sul, 1.515.109 eleitores não compareceream para votar

Um em cada cinco brasileiros preferiu não ir votar no pleito deste domingo. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, 29.719.056 pessoas não compareceram às seções eleitorais - uma taxa de 20,32%. Esse é o maior índice desde 2002.

O Mato Grosso foi o estado com maior proporção de eleitores que não compareceram para votar, 24,55% (ou 571.841 pessoas). Roraima teve a menor taxa de abstenção: 13,86% (45.120 pessoas).  Em termos absolutos, São Paulo teve o maior volume de eleitores que não compareceram à votação: 7.108.863 de pessoas.
No Rio Grande do Sul, 18,14% (1.515.109 pessoas) não compareceram para votar.
O volume total de abstenções é apenas menor que o número de votos obtidos por Jair Bolsonaro (PSL), 49,1 milhões; e por Fernando Haddad (PT), 30,9 milhões.
O número de votos em branco na eleição presidencial foi de 3.095.689 (2,65%) e o número de votos nulos foi de 7.161.245 (6,14%). No Rio Grande do Sul, 236.396 (3,34%) votaram em branco e 230.716 (3,37%) anularam o voto para presidente.
Somando abstenções, brancos e nulos o total é de mais 39,9 milhões de pessoas que preferiram não ir votar ou escolher um candidato à Presidência da República.