Luis Carlos Heinze e Paulo Paim foram eleitos senadores pelo Rio Grande do Sul

Neste ano o eleitor escolheu dois candidatos ao Senado porque o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem de quatro em quatro anos

Por Portal de Notícias 08/10/2018 - 02:01 hs
Foto: Reprodução
Luis Carlos Heinze e Paulo Paim foram eleitos senadores pelo Rio Grande do Sul
Luiz Carlos Heize e Paulo Paim

 O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP) foi eleito senador pelo Rio Grande do Sul com 21,94% dos votos válidos. Ele vai ser colega do atual senador Paulo Paim (PT), que foi reeleito com 17,75%.

Ex-deputado federal e ex-candidato à vice-Presidência em 2014 na chapa de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB) ficou em terceiro lugar, com 16,23% dos votos. Carmen Flores (PSL) obteve o quarto lugar, com 14,33%. O atual deputado federal José Fogaça (MDB) também perdeu a disputa, ficando com 13,88% dos votos.

Um dos principais líderes da bancada ruralista, Luis Carlos Heinze foi vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária. Ex-prefeito de São Borja, o futuro senador ocupa o quinto mandato como deputado federal. Ele é formado em engenharia agrônoma e produtor rural.
Integrante histórico do PT, Paulo Paim foi deputado federal por quatro mandatos. Em 2002, elegeu-se senador, sendo reeleito há oito anos. Com pautas ligadas aos Direitos Humanos e contrárias à reforma da Previdência, Paim foi autor de projetos que deram origem aos estatutos do Idoso, da Igualdade Racila e da Pessoa com Deficiência, tendo presidido a Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência.
Neste ano o eleitor escolheu dois candidatos ao Senado porque o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem de quatro em quatro anos. Assim, a cada eleição, a Casa renova, alternadamente, um terço e dois terços de suas 81 cadeiras. Neste ano, 54 vagas estavam em disputa no país.