Região Carbonífera tem aumento de homicídios e latrocínios no primeiro semestre

Índices elevados são puxados pelos primeiros quatro meses do ano. A partir de maio, os números caem consideravelmente

Por Portal de Notícias 10/07/2018 - 21:10 hs

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) divulgou na manhã desta terça-feira, 10, o balanço dos dados estatísticos da criminalidade no estado referentes ao primeiro semestre de 2018, com tendência de redução nos crimes contra a vida em relação ao mesmo período de 2017.
No entanto, a região Carbonífera esteve na contramão desta tendência, assim como ocorreu no primeiro trimestre. Enquanto no estado os homicídios dolosos (com intenção de matar) caíram 25,7% e os latrocínios (roubo seguido de morte) diminuíram 35,6%, na Carbonífera estes índices cresceram 50% e 100%, respectivamente, no mesmo período. Estes crimes estão diretamente ligados à guerra entre facções criminosas do tráfico de drogas, que tentam se instalar na região.

Tendência de queda

Os homicídios cresceram assustadoramente entre janeiro e abril, puxados pelos municípios de Butiá, Charqueadas e Arroio dos Ratos, que somaram sete casos. Em Butiá, o clima de insegurança provocou forte reação popular e das autoridades locais, que se mobilizaram em busca de solução para a criminalidade.

Leia também:
Homicídios crescem 283% na região Carbonífera

Região Carbonífera recebe 32 novos policias militares

A partir de então, a Brigada Militar recebeu reforços, tanto de efetivo quanto de armamentos e viaturas para atuar na região do 28º Batalhão de Polícia Militar (28°BPM). Isso apresentou resultados positivos a partir do mês de maio, quando os índices voltaram a cair consideravelmente. Paralelamente, a Polícia Civil também recebeu alguns reforços para o setor de investigações, tendo solucionado a maioria dos crimes. Nos meses de maio e junho, ocorreram três mortes em toda a região: dois feminicídios e uma execução, provavelmente relacionada ao tráfico de drogas. Confira no quadro a evolução dos homicídios na região:


Outros delitos na região

A maioria dos outros delitos também apresentou queda na região Carbonífera. Caíram os índices de furto (-12,10%), abigeato (-31,42%), furto de veículos (-33,33%), roubos (-38,18%), posse de entorpecentes (-25%) e tráfico de entorpecentes (-4,55%). Delitos relacionados a armas e munições aumentaram 23,52% e os estelionatos 36,36%. Confira no quadro os números da região de 2017 e 2018.