Seja bem-vindo
São Jerônimo, RS, 13/07/2024

  • A +
  • A -

Suspeitos de participação em morte de pré-candidato são presos em Triunfo

Roberto Antônio de Souza Leal foi morto com 21 tiros em gente à sua casa, em abril

Polícia Civil / Divulgação
Suspeitos de participação em morte de pré-candidato são presos em Triunfo A “Operação Loyal” contou com a participação de 26 policiais de diversas delegacias

Na manhã desta quinta-feira (4/07), quatro pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil de Triunfo, na Região Carbonífera, em uma investigação sobre o assassinato de Roberto Antônio de Souza Leal, um pré-candidato a vereador. Uma das pessoas foi presa em flagrante por posse irregular de arma. Os presos, que foram recolhidos ao sistema prisional, tem 33, 38, 43 e 63 anos.

A “Operação Loyal” contou com a participação de 26 policiais de diversas delegacias da 1ª Região Policial do Interior e teve como objetivo cumprir mandados de prisão preventiva de suspeitos envolvidos no crime ocorrido em 9 de abril deste ano, em frente à casa da vítima.

Entenda


Roberto Antônio de Souza Leal, de 47 anos, foi morto a tiros em sua residência, na localidade de Passo Fundo, interior de Triunfo


Na noite de 9 de abril, Roberto Antônio de Souza Leal, de 47 anos, foi morto a tiros em sua residência, na localidade de Passo Fundo, interior de Triunfo. Segundo a Brigada Militar (5° BPM), o crime ocorreu por volta das 21h45, quando Leal foi alvejado com diversos disparos de arma de fogo. A sogra da vítima relatou que ele estava dentro de casa quando foi chamado para ir até a frente da residência, localizada no acostamento da rodovia. Logo após, ouviu vários disparos. Ao sair para verificar o que havia acontecido, acompanhada pela esposa de Leal, viu um veículo sedan cinza saindo do local. Leal estava caído, sangrando muito, com vários disparos pelo corpo.

A sogra da vítima também relatou que ela e a esposa de Leal estavam esperando um rapaz que iria entregar um currículo para trabalhar na campanha política, pois Leal era pré-candidato a vereador.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) conduziu Leal ao hospital de Triunfo e o local foi isolado até a chegada da perícia, que encontrou sete estojos de munição 9 mm. Durante a ocorrência, um motorista de transporte coletivo informou ter visto um veículo sedan incendiado próximo à Madeireira Madreagro. O veículo foi removido para perícia.

Leal, conhecido como "Robertinho", foi atingido por 21 tiros e morreu no hospital. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro, e a Polícia Civil assumiu a investigação. De acordo com o delegado André Roese, evidências indicam que o crime foi uma execução, sem relação com a política.

Roberto Antônio de Souza Leal era um membro ativo da comunidade e havia sido candidato a vereador em 2020 pelo Progressistas (PP), obtendo 239 votos. Recentemente, ele havia se filiado ao partido União Brasil para concorrer novamente.

A comunidade de Triunfo ficou abalada pela perda de Leal, descrito por familiares como uma pessoa tranquila e alegre. Ele aguardava ansiosamente o nascimento de seu filho Anthony, que nasceu saudável após a mãe entrar em trabalho de parto prematuro devido ao estresse causado pelo assassinato de Leal. Além de Anthony, Leal deixou uma filha de 25 anos, um adolescente de 16 anos e um menino de cinco anos, filho de sua atual companheira.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.