Homem é preso por receptação de cabos furtados em Charqueadas

Operação Metal visa combater a receptação dos materiais utilizados por empresas e telefonia e outras

Por Portal de Notícias 24/09/2020 - 18:27 hs
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Homem é preso por receptação de cabos furtados em Charqueadas
Homem é preso por receptação de cabos furtados em Charqueadas

Nesta quinta-feira (24/09), a Polícia Civil, através da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), sob a coordenação do delegado de Luciano Dias Peringer, efetuou ação de fiscalização em quatro estabelecimentos comerciais na região Carbonífera. A ação integra a Operação Metal da DRCP/DEIC, que visa especialmente combater a receptação de fios, cabos de cobre e baterias estacionárias furtados de empresas de telefonia e outras.
Os policiais da Especializada, juntamente com técnicos de empresa concessionária de serviço público, diligenciaram em quatro estabelecimentos comerciais de Charqueadas. Em um dos locais, no Centro da cidade, os policiais localizaram 15 quilos de cabos de telefonia e  mais 30 metros de cabos e capas queimadas. O proprietário foi autuado por receptação qualificada e encaminhado ao sistema prisional.
Os proprietários dos demais estabelecimentos comerciais vistoriados não possuíam nenhuma irregularidade e elogiaram a ação, já que combate o comércio ilegal de baterias e metais, que geram concorrência desleal. 
O delegado Peringer ressalta que a DRCP irá intensificar o combate aos receptadores destes materiais, visto que os mesmos acarretam imenso prejuízo as empresas vítimas, bem como para toda a sociedade que fica sem o serviço.

Entre no grupo do Portal de Notícias no Telegram e receba notícias da região








Deixe seu Comentário

Os comentários de leitores, no site ou em redes sociais, não representam a opinião do Portal de Notícias e são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores, que poderão ser responsabilizados legalmente pelo seu conteúdo.