Apenados de Charqueadas envolvidos em crime de extorsão contra comerciantes da capital

Operação Incendiários prendeu quatro pessoas na manhã desta quinta-feira

Por Portal de Notícias 28/05/2020 - 14:28 hs
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Apenados de Charqueadas envolvidos em crime de extorsão contra comerciantes da capital
Operação Incendiários prendeu quatro pessoas na manhã desta quinta-feira

Na manhã desta quinta-feira (28/05), a Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, desencadeou a Operação Incendiários no combate a crime de extorsão praticado por apenados contra comerciante no centro da Capital. Durante a ação, quatro pessoas foram presas. Os suspeitos ameaçavam o empresário e sua família de morte e também de atear fogo no estabelecimento comercial.
Conforme o delegado Paulo César Jardim, a investigação durou aproximadamente um mês.
- As ameaças saíam de dentro do presídio (de Charqueadas) e contavam com o apoio de indivíduos que não estão recolhidos no sistema prisional. As investigações seguem no sentido de verificar se há outros comerciantes que estão sendo vítimas do grupo criminoso - afirmou o delegado.
Segundo as investigações, os criminosos possuíam dados das vítimas e faziam ameaças de morte, agressões ou até incêndio dos estabelecimentos comerciais. Três apenados foram identificados como envolvidos no esquema, sendo que um deles é ex-funcionário de uma das vítimas. Duas mulheres ligadas ao grupo também foram identificadas.
Mesmo que outras denúncias estivessem sendo verificadas, foi deflagrada a Operação Incendiários para evitar que a vítima pagasse o valor exigido, de R$ 60 mil, ou então que fosse ameaçada caso não enviasse a quantia.
São investigados dois apenados da Penitenciária Modulada de Charqueadas (PMEC), sendo que um trabalhou no estabelecimento comercial da vítima extorquida, e outro que foi transferido para a Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), também no município.
As ações ocorreram, além de Charqueadas, em Porto Alegre, Viamão e São Leopoldo. Ao todo, 30 agentes cumpriram cinco mandados de busca e dois de prisão. Estes últimos são duas temporárias em relação às mulheres. Uma delas foi presa no bairro Lomba do Pinheiro, na Capital, e a outra é considerada foragida. Os nomes dos detidos não foram divulgados. Os apenados tiveram prisão preventiva decretada para mais este delito.

==================
RECEBA NOTÍCIAS PELO TELEGRAM
Inscreva-se no grupo do Portal de Notícias no Telegram e receba notícias da região Carbonífera
> Baixe o Telegram na sua loja de aplicativos
> Entre no grupo pelo link:
https://t.me/joinchat/MXKl8hN1N3Ol7kAnfvgcwg
=====================








Deixe seu Comentário

Os comentários de leitores, no site ou em redes sociais, não representam a opinião do Portal de Notícias e são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores, que poderão ser responsabilizados legalmente pelo seu conteúdo.