Próximo trimestre terá maior frequência de chuvas no Rio Grande do Sul

Por enquanto, o outono será sob neutralidade climática, assim como o inverno

Por Portal de Notícias 24/04/2020 - 08:34 hs
Foto: Carla Miller Trainini / Banco de Imagens
Próximo trimestre terá maior frequência de chuvas no Rio Grande do Sul
Por enquanto, o outono será sob neutralidade climática, assim como o inverno

Em março, a situação da estiagem se agravou no Rio Grande do Sul. As regiões do Nordeste e Norte registraram precipitações muito baixa, entre 2,1 e 25 mm, apenas.
Conforme o boletim do IRGA, 80% do território gaúcho recebeu menos de 50 mm. Isso se reflete no mapa de anomalia de precipitação em que todo o Estado esteve com precipitação abaixo da média climatológica. Os maiores déficits de precipitação ficaram entre -100 e -200 mm.
Conforme exposto nos boletins anteriores, esperava-se que, com o término do verão, as chuvas retornassem aos poucos ao Estado. No entanto, isso não ocorreu em março e também não ocorrerá em abril, visto que as chuvas têm ocorrido em baixos volumes e mal distribuídas.
Por enquanto, o outono será sob neutralidade climática, assim como o inverno. Com a neutralidade climática que predomina, é natural que as massas de ar frio cheguem ao RS mais cedo, quando comparado ao ano passado, como tem ocorrido em abril de 2020, quando já houve registro de geada nos pontos mais altos do Estado. Para maio, junho e julho é esperado que o frio se intensifique (normal para a época do ano), assim como a maior frequência de geadas. No entanto, os modelos mostram que, na média mensal, as anomalias serão positivas, isso quer dizer que as temperaturas deverão ficar acima da média climatológica para estes meses.
Nas últimas atualizações, o modelo CFSv2 (Climate Forecast System), da NOAA, tem sinalizado que o próximo trimestre (maio, junho e julho) deverá ter precipitação acima da normal climatológica.
Maio: as simulações mostram anomalias entre +10 e +50 mm. No entanto, o estado é de atenção, pois nas previsões diárias não aparecem chuvas muito consistentes, ou seja, as chuvas poderão ser concentradas em três ou quatro episódios.
Junho: as simulações estão mais consistentes e apontam para precipitações acima da média climatológica. As anomalias devem ficar entre +10 e +30 mm, em relação à normal climatológica.
Julho: as simulações têm mostrado que as chuvas deverão ficar entre +10 e +30 mm em relação à normal climatológica.

==================

> Inscreva-se no nosso grupo no Telegram e receba notícias da região Carbonífera!
> Baixe o Telegram na sua loja de aplicativos
> Entre no grupo pelo link:
https://t.me/joinchat/MXKl8hN1N3Ol7kAnfvgcwg








Deixe seu Comentário

Os comentários de leitores, no site ou em redes sociais, não representam a opinião do Portal de Notícias e são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores, que poderão ser responsabilizados legalmente pelo seu conteúdo.