JOÃO ADOLFO GUERREIRO | cuidem-se, tomem muito cuidado

A pandemia voltou a se agravar no RS. Observem as recomendações das autoridades epidemiológicas

JOÃO ADOLFO GUERREIRO | cuidem-se, tomem muito cuidado
Live de Átila Iamarino

Quem passou os olhos pelo Facebook do Portal de Notícias ontem e hoje constatou que a situação da pandemia voltou a se agravar na Região Carbonífera, no Rio Grande do Sul e no Brasil, o que confirma uma tendência que vinha aparecendo nas últimas semanas.

A Fiocruz alertou que em várias capitais, Porto Alegre entre elas, a ocupação de leitos superou os 80%, situação para a qual o próprio governador Eduardo Leite havia alertado. Estamos com uma taxa de ocupção superior à verificada nos meses de pico no Rio Grande do Sul.

Charqueadas tomou medidas restritivas em relação aos postos de saúde, mantendo apenas atendimentos de urgência a fim de conter a circulação de pessoas e minimizar o espalhamento viral na cidade. A prefeitura divulgou um vídeo onde o médico infectologista Rafael Matiuzzi alerta sobre a situação epidemiológica local: "A gente vem apresentando números muito semelhantes aos que tínhamos nos meses de maio, junho e julho, com a desvantagem de que a população está circulando. Então muito provavelmente e infelizmente a gente pode estar diante de um cenário com prognóstico não muito bom nas próximas semanas, onde podemos vir a nos defrontar com uma escassez de número de leitos (...) como era o nosso temor inicialmente". O médico pede muito cuidado a todos diante do agravamento da pandemia.

O que dizer ante o cenário que as notícias e os especialistas antecipam? Pedir para que todos tomem cuidado, muito cuidado e que observem as recomendações das autoridades epidemiológicas. Para maiores subsídios, eu recomendo que assistam atentamente a última live no YouTube do doutor em Microbiologia Átila Iamarino (foto acima), do dia 23, onde ele fala detalhadamente sobre as vacinas que estão surgindo, revelando otimismo quanto as mesmas. Ele informa também como está a situação da segunda onda em curso na Europa e Estados Unidos e finaliza abordando o aumento de casos no Brasil e seus perigos.

Era isso. Cuidem-se: fiquem em casa, lavem as mãos, mantenham o distanciamento social, usem máscara, observem os protocolos de higiene, ao sair de casa e voltar, com roupas, calçados, pertences, produtos e animais domésticos. Não podemos ter uma forte segunda onda em nossa região, precisamos preservar a nossa vida e a daqueles que amamos.

Fiquem com Deus e um bom final de semana para todos.

IAMARINO, Átila. Live 23/11: Vacinas e Segunda Onda da COVID-19. 23.11.2020: