JOÃO ADOLFO GUERREIRO | Salvando vidas

Faça uma reeducação temporária e vital de hábitos familiares

 

A sua vida e a de seus familiares idosos e com doenças de risco vale tudo, ela é o que mais importa nesse momento. Cuide-se e cuide, salvando vidas, a sua entre elas. E a única forma de fazer isso agora é estar informado e ser rigoroso ao adotar as medidas de proteção indicadas. Siga as recomendações das autoridades sanitárias:

Isolamento social -  barra a propagação do coronavírus. No caso de idosos e grupos de risco, garante-lhes a vida.
Álcool gel 70 e água e sabão - higienizam as mãos, desativando o vírus, evitando principalmente que você se contagie e também que o dissemine onde tocar.
Protocolos - contribuem muito para impedir que você traga para dentro de sua casa o vírus causador da Covid-19. A imagem que ilustra esse texto é um deles.

E ATENÇÃO - a Covid-19 não é "só uma gripezinha", como afirmam os irresponsáveis e egoístas que parecem mais preocupados com o dinheiro do que com a vida das pessoas. Os sintomas são bastante agressivos até mesmo em jovens, mesmo que a taxa de mortalidade nesse grupo social seja baixa. Ainda inexiste tratamento ou vacina contra ela. Pior: o respirador, equipamento hospitalar imprescindível na tentativa de evitar a morte dos acometidos pela Covid-19, existe em pouca quantidade na rede de saúde brasileira. Assim, se o coronavírus e espalhar acima da possibilidade do sistema, a tragédia acontecerá.

Seja um cidadão responsável e altruísta, cuide da sua vida e da vida dos outros. Amar ao próximo é praticar o amor ao próximo, amor concreto, não apenas da boca para fora.

Que Deus ilumine a todos.