FILMES & SÉREIS | Parasita

Filme coreano surpreende no Oscar e conquista o Mundo

Por Filmes & Séries - Marcelo Figueiró 14/02/2020 - 10:52 hs

 

Há tempos o mundo do cinema não era surpreendido por um filme independente que chamasse tanta atenção, tanto do público como da crítica especializada. E essa atenção se intensificou quando Parasita conquistou dois feitos no Óscar: o primeiro filme falado em língua estrangeira a ganhar o prêmio de Melhor Filme, e o primeiro filme a conquistar o prêmio de Melhor Filme Internacional e Melhor Filme. Poucos filmes foram indicados nessas duas categorias em anos anteriores, entre eles A Vida é Bela e Roma, mas todos só levaram o de Filme Estrangeiro para casa. Sim, o nome da categoria mudou esse ano de Filme Estrangeiro para Filme Internacional. Mais um feito para Parasita: ganhar o primeiro troféu de Filme Internacional.

ALÉM DA SOBREVIVÊNCIA

O que levou esse filme a encantar ás pessoas? Cada um tem uma resposta diferente. Muitos dizem que o elenco ajudou (e realmente, o elenco foi premiado com o SAG de Melhor Elenco). Mas as várias interpretações são o que chama atenção. O destaque, mais evidente, pelo próprio nome do filme, é de que a classe baixa seria o parasita da sociedade. Até aí tudo bem, muito filmes já falaram disso. No entanto, Parasita nos leva a uma montanha russa de acontecimentos. Assim como as baratas, consideradas parasitas naturais, a família miserável do filme mora em um porão, se alimenta de restos e faz o que pode para sobreviver. Até encontrar uma brecha em uma bela mansão. Uma brecha é tudo o que um parasita precisa para tomar conta do lugar.



O VERME NO ESPELHO

Aos poucos, os membros da família pobre conseguem se infiltrar na casa, de maneira nada honestas. E como o poder e dinheiro podem corromper, ou no caso do filme, maravilhar as pessoas, isso não demora para acontecer. Aos poucos eles querem mais: sonhar em casar com a filha da família milionária é uma delas. Daqui para a frente não é possível falar muito. O filme muda a cada cinco minutos. Falar da história a partir deste ponto entregaria boa parte das surpresas que a obra reserva.

PARASITA OU SIMBIOSE

Uma dessas surpresas é que é impossível terminar o filme sem refletir sobre o nosso papel na sociedade. Somos parasitas no mundo? Eram os ‘pobres’ os verdadeiros parasitas do filme ou a família que tem dinheiro e consome e usa os serviços dos outros com o dinheiro que tudo compra são os parasitas reais, aqueles que tiram dos outros para acumularem mais e mais?

VILÕES VERSUS VILÕES

A diferença de classe é gritante, mas, mesmo assim, é difícil ficar indiferente com os ‘vilões’ do longa. Mas, quem são os vilões? Aqueles que lutam por uma vida melhor, mesmo que de maneira duvidosa, ou aqueles que tem tudo e ainda sentem necessidade de humilhar indiretamente os que menos tem? Falar do cheiro, dos modos, da moradia dos outros é um exemplo de que os vilões podem usar o melhor terno ou o perfume mais caro.

TODOS IGUAIS, TÃO DESIGUAIS

Parasita é um filme reflexivo sim, e conquistou o mundo porque todo mundo se viu na tela em algum personagem. Seja nos pobres ou nos ricos, o filme mostrou o pior que existe dentro de nós e que fazemos questão de esconder. Só os ricos falam mal do cheiro de alguém? Só os pobres usam meios escusos para se darem bem?

O CAMINHO DO PARASITA

Parasita é dirigido por Bong Joon Ho, que já presenteou o mundo com obras como O Hospedeiro (2006), O Expresso do Amanhã (2013), Memória De Um Assassino (2003), Mother: A Busca Pela Verdade (2009) e o emocionante Okja (2017). Suspense e finais surpreendentes são a marca registrada do diretor que esperamos nos traga ainda muito mais surpresas, entre elas uma série derivada de Parasita, que já está sendo planejada.

OS PARASITAS SOMOS NÓS

Enfim, são tantas perguntas sobre nós mesmos que Parasita acaba ficando na mente por semanas, e até algum tempo mais se você estiver disposto a pôr a mão na consciência e ver o Parasita que existe dentro de cada um de nós.

ELENCO, CITAÇÕES E REFERÊNCIAS

Kim Ki-taek - Song Kang-ho, O Hospedeiro, 2006
Kim Chung-sook - Jang Hye-jin, Family Affair, 2019,
Kim Ki-woo - Choi Woo-shik, Invasão Zumbi, 2016
Kim Ki-jung - Park So-dam , Cinderella and Four Knights, 2016
Mr. Park - Lee Sun-kyun, My Mister, 2018
Mrs. Park - Cho Yeo-jeong, A Concubina do Imperador, 2012
Park Da-hye - Jung Ji-so, W ‑ Dois Mundos, 2016
Park Da-song - Jung Hyun-joon, apresentando
Gook Moon-gwang - Lee Jung-eun , Hell Is Other People, 2019
Geun-sae - Park Myung-hoon, Ash Flower, 2016
Chauffeur Yoon - Park Geun-Rok, Set Me Free, 2014