JOÃO ADOLFO GUERREIRO | Final Grenal, o Gauchão na Copa do Brasil

Os gaúchos decidirão quem vai mandar no governo federal na Semana Farroupilha

Amanhã será dia da maioria dos rio-grandenses assistirem aos jogos da dupla Grenal na TV! Os gaúchos tomarão o Brasil na Semana da Pátria e decidirão quem mandará no governo federal durante a Semana Farroupilha! No 20 de Setembro, tudo saindo como o previsto, já saberemos se o lenço de Bento Gonçalves será azul como o céu do Rio Grande ou vermelho como o churrasco ainda cru.


Vejo muito gremista e muito colorado por aí não querendo o Grenal, por puro receio de perder para o rival. Mas bah, tchê bagual, que barbaridade isso, diz que é gaúcho mas tem medo de perder a peleja pro adversário? Pra cuera que honra as bombachas, o rival é sempre aquele que traz diversão pra nossa lida, pois, como diz a canção, "pelear é a marca do campeiro!". Firma o garrão, puxa o três listras e te bota, índio velho!

Mas para conquistar o Brasil na Semana da Pátria, a fim de que a Província de São Pedro assuma o chão tornado independente por Dom Pedro, temos de liquidar umas tropas do Paraná e de Minas antes, os últimos bastiões brasileiros que ainda resistem à invasão gaudéria. E digo resistem porque, nas primeiras contendas entre nossas forças azuis e vermelhas e esses, os vencemos.

Entretanto, devemos tomar cuidado. Vejam o caso de nossa invasão da América do Sul: os cariocas urubuzentos derrotaram nossos contingentes vermelhos às margens do Guaíba. Penaram, visto que nossos colorados os embretaram em campo. Porém, antes da carga final, um contragolpe vil, canalha, traiçoeiro, torpe e pérfido assomou pela retaguarda encarnada e decidiu o conflito. Só que agora a coisa vai ser com os azuis comandados pelos generais Portaluppi e Bolzan, que vingarão o brio arranhado dos gaúchos. Um tal de Gabigol, artilheiro dos carnavalescos, será, desta vez, trucidado pela nossa retaguarda, comandada pelos capitães Kãonemann e Geromonstro! Após, marcharão os azuis, incólumes e implacáveis, para invadir a Argentina e depois o mundo - que todos sabem ser azul - a fim de que nossas façanhas sirvam de modelo a toda terra.

No caso dos paranaenses, eles têm a vantagem de nosso sniper, o Cebolinha-Que-Nos-Olhos-Dos-Outro-É-Água-Pra-Chimarrão, estar suspenso da batalha devido um ferimento, mas nada que impeça o Minuano de mostrar para o Furacão o que é vento cuiudo às ganhas. Já os mineiros contrataram um general de São Paulo que estava lotado numa fortaleza lá no Ceará. Todo metido a raposa, como se fosse um Duque de Caxias, na verdade sabemos que o vivente nasceu em Pato Branco. Fala sério, Pato! Os vermelhos os liquidarão, amanhã. Têm de liquidar, né! Não vão viajar na maionese e tomar outra sova na beira do rio. Contamos com vocês, colorados, para a glória do Rio Grande.

Então tá, já sabem, amanhã a Copa do Brasil vai virar Gauchão, o Campeonato Mais Difícil do Mundo. Emboras lá pra vê!