Com quatro presos e um menor apreendido, Polícia encerra cerco assaltantes em Arroio dos Ratos

Polícia Civil aguarda, ainda, o deferimento do pedido de prisão preventiva do sexto envolvido no assalto à agência lotérica da cidade

Por Portal de Notícias 06/11/2019 - 17:42 hs
Foto: Divulgação / Brigada Militar
Com quatro presos e um menor apreendido, Polícia encerra cerco assaltantes em Arroio dos Ratos
Cerco iniciou na tarde de ontem e terminou na manhã de hoje

Depois de quase 24 horas, encerrou por volta das 9h30 de hoje (6/11), com a prisão de quatro maiores, a apreensão de um menor e a solicitação de uma prisão preventiva, o cerco da polícia aos assaltantes da agência lotérica de Arroio dos Ratos. O crime ocorreu na tarde de ontem e os criminosos estavam escondidos em um matagal no Parque Eldorado.

Segundo a Polícia Civil, quatro criminosos realizaram o assalto e fugiram utilizando um VW/Voyage, enquanto outros dois aguardavam na BR-290, em um GM/Corsa, provavelmente para troca de veículos. De acordo com o delegado da Polícia Civil, Pedro Urdangarin, no momento da mudança de veículos, houve troca de tiros entre policiais e criminosos, que acabaram fugindo para um matagal.
--------------
LEIA TAMBÉM
Agência lotérica de Arroio dos Ratos é assaltada
VÍDEO | Com três pessoas já capturadas, segue o cerco a assaltantes de lotérica em Arroio dos Ratos
---------------
ASSISTA AO VÍDEO:

Um cerco com participação da Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil de toda a região foi montado e se iniciaram as buscas, com o auxílio de um helicóptero. Ainda ontem, a polícia capturou três pessoas: dois maiores e um menor. Uma parte do valor roubado, pouco mais de R$ 6 mil, foi recuperada e, ainda, foi apreendido um revólver calibre 38 com numeração raspada e munição. As buscas continuaram e, hoje, outros dois criminosos foram presos.
A operação resultou na prisão de quatro pessoas que foram recolhidas para o Presídio Central, em Porto Alegre, e um menor, encaminhado para a Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul (Fase). Com relação ao sexto participante, ele foi identificado e teve sua prisão preventiva solicitada pelo delegado Urdangarin, que aguarda o deferimento do Poder Judiciário.
Entre os envolvidos há uma pessoa muito conhecida na cidade e que tem passagem pela polícia. Supostamente ele teria dado todas as informações sobre a rotina de funcionamento do estabelecimento para que os outros criminosos vindos do bairro Matias Velho, em Canoas, e de Guaíba, realizassem o assalto.

Com informações da WebTV Ratense