São Jerônimo: sistema de trânsito binário será modificado

Decisão foi tomada em audiência pública na noite de ontem, mas novo projeto deverá passar pelo Conselho de Trânsito

Por Portal de Notícias 11/06/2019 - 13:08 hs
Foto: Marcos Essvein
São Jerônimo: sistema de trânsito binário será modificado
Schmitt é um dos que se sentem prejudicados pela mudança no sistema

Aconteceu na noite desta segunda-feira (10), na Câmara de Vereadores de São Jerônimo, uma audiência pública para rediscutir o sistema binário implantado no trânsito do Centro da Cidade. O debate resultou na manutenção do sistema, mas com a inversão do sentido do trânsito nas ruas Ramiro Barcelos e Coronel Soares de Carvalho.
As discussões foram acirradas no plenário da Casa Legislativa lotado por empresários e populares, em sua maioria descontentes com o sistema implantado em dezembro de 2018, e servidores comissionados da Prefeitura, muitos deles convocados para apoiar a manutenção do binário.
Inicialmente, Moisés Delfin dos Santos, Eduardo Silveira de Oliveira e Gilberto Pradella, representantes do Departamento de Trânsito, apresentaram dados estatísticos e um comparativo com o antes e o depois, demonstrando os ganhos obtidos com o binário, que está 70% implantado. De acordo com o Departamento, os principais avanços alcançados foram a melhor distribuição da circulação de veículos nas diversas áreas do Centro, aumento do número de vagas de estacionamento, solução de pontos de conflito em cruzamentos e maior segurança para veículos e pedestres.
O comandante da Brigada Militar local, tenente Paulo Roberto Silva de Souza, também contribuiu informando que houve redução de 56% no número de ocorrências de acidentes de trânsito, melhora no policiamento ostensivo do Centro e mais facilidade de acesso aos bairros a partir da área central com a desativação dos semáforos.
Os empresários e populares que se manifestaram apresentaram diversas críticas e sugestões, baseados principalmente em pontos como a insegurança, confusão e dificuldade de acesso aos estabelecimentos localizados na Rua Ramiro Barcelos, o que alegam como motivo para uma queda de até 40% no faturamento de alguns estabelecimentos.
Este é o caso do empresário Ademilson Schmitt, do Restaurante Racantu´s, localizado no início da Rua Ramiro Barcelos. Ele relatou que visitou estabelecimentos de Charqueadas que continuam com bom fluxo de clientes, enquanto que em São Jerônimo houve redução de público devido à dificuldade de acesso ao seu e aos demais empreendimentos. Ele atribuiu a melhora no fluxo de veículo à desativação dos semáforos e não à implantação do binário. Disse, ainda, que a população do interior e de outros municípios também não vem mais para São Jerônimo por conta das dificuldades do trânsito. Ele cobrou “humildade” da administração municipal para rever a decisão.
- Eu nunca atrasei o pagamento dos funcionários, mas no mês passado tive de atrasar – disse Schmitt, que é um dos líderes do movimento pela readequação do trânsito.

LEIA TAMBÉM
:
Empresários organizam abaixo-assinado pelo fim da mão única no Centro de São Jerônimo

Empresários pedem o fim da mão única no Centro de São Jerônimo

Conselho de Trânsito aprova mão única no Centro de São Jerônimo


Porém, essa não é a única causa de queda nas vendas. A crise econômica pela qual passa o país, aliada ao fechamento de órgãos públicos como as agências da Receita Estadual e Federal também são apontados como determinantes para o recuo do faturamento de muitas empresas. Estes e outros fatores foram apontados pelo empresário José Luiz Menezes da Silva.

- O sistema precisa ser adequado por questões de segurança e de compromissos assumidos para sua implantação. Da forma que está é inseguro e precisa adequação imediata, sob pena de sua descontinuidade se providências não forem tomadas. Mas longe de ser o motivo de queda nas vendas. Precisamos separar as coisas. O país e os estados estão um caos, o endividamento aumenta a cada dia e o dinheiro sumiu. Compramos comida e de modo comedido – disse, citando empresas localizadas onde o trânsito não teve modificação, mas que também tiveram quedas nas vendas.

PROPOSTA



Diante da pressão dos presentes, três propostas foram apresentadas: manter o sistema binário como está; voltar ao sistema anterior com a mão dupla; e inverter o sentido do trânsito nas ruas Ramiro Barcelos e Coronel Soares de Carvalho. Com as propostas em votação, a última obteve a esmagadora maioria dos votos dos presentes.
Diante disso, o Departamento de Trânsito ficou encarregado de elaborar o novo projeto.
- Será feito um projeto semelhante ao projeto atual e, posteriormente, apresentado ao  Conselho de Trânsito, responsável legal para aprovar ou não (as modificações). O tempo (para a elaboração do projeto) vai depender da disponibilidade que o Departamento de Trânsito terá dos técnicos responsáveis – disse o diretor Moisés Delfin dos Santos.
A intenção dos empresários e comunidade é que as modificações sejam testadas por um período de 90 dias, como deveria ter ocorrido com o sistema atual.
A audiência contou com a presença de representantes da CDL, Conselho de Trânsito, Prefeitura Municipal, Brigada Militar, Corpo de Bombeiro e comunidade em geral.

ENTENDA

Implantado em 5 de dezembro de 2018, o sistema binário alterou o fluxo de veículo em diversas ruas do Centro da cidade. Segundo o Departamento de Trânsito da Prefeitura, que elaborou o projeto com base em estudos técnicos, as mudanças visavam dar maior segurança e fluidez ao tráfego, reduzindo as paradas nos cruzamentos com a retirada de sinaleiras e aumentando o número de vagas de estacionamento em até três vezes. Também pretendiam solucionar pontos críticos onde o estacionamento oblíquo apresentava maior risco de provocar acidentes.
Porém, segundo os empresários da região compreendida entre as ruas Barreto Leite, General Osório e final das ruas Ramiro Barcelos e Coronel Soares de Carvalho, ele acabaram tendo redução do movimento em seus estabelecimentos e sofrem prejuízos.