Região Carbonífera recebe 32 novos policias militares

Reforço foi distribuído entre Charqueadas (22), Arroio dos Ratos (2), Butiá (2) e São Jerônimo (6)

Por Portal de Notícias 15/05/2018 - 15:37 hs
Foto: Bernardo Souza / Ascom PM Charqueadas
Região Carbonífera recebe 32 novos policias militares
Novos policiais militares começam imediatamente a atuar no policiamento ostensivo

O 28º Batalhão de Polícia Militar (28º BPM) realizou na tarde desta terça-feira, 15, a formatura e apresentação de 32 novos policiais militares destinados à região Carbonífera pelo Comando Regional de Policiamento Ostensivo Centro Sul (CRPO-CS), que recebeu um total de 54 brigadianos distribuídos nas regiões da Costa Doce e Carbonífera, configurando-se na terceira região do estado que mais recebeu mais efetivo.
Os policiais destinados à Carbonífera servirão nos municípios de Charqueadas (22), São Jerônimo (6), Butiá (2) e Arroio dos Ratos (2). Segundo a comandante do CRPO-CS, tenente-coronel Bianca Burger, a distribuição do efetivo levou em conta critérios como os índices de criminalidade e número de habitantes.
Segundo o comandante do 28º BPM, tenente-coronel Maurício Campos Padilha, este aumento de efetivo vai melhorar sensivelmente o policiamento ostensivo da região. Além disso, o comandante informou que o Pelotão de Operações Especiais (POE), que atende toda a região em apoio às guarnições locais, será reforçado para melhorar o policiamento.
Os novos policiais já possuem o armamento necessário e vão começar a atuar imediatamente no policiamento. Além disso, o 28º BPM recebeu quatro novos fuzis.
A Brigada Militar vem realizando operações pontuais visando coibir a migração de traficantes da região Metropolitana para a Carbonífera a fim de diminuir os índices de criminalidade.
O prefeito de Charquedas, Simon Heberle, agradeceu o empenho da Instituição no combate ao crime e desejou as boas-vindas aos novos soldados.
- Sejam muito bem-vindos! O trabalho de vocês é de suma importância para nossa cidade e chega em um momento muito oportuno. A cidade é muito receptiva e suas famílias serão muito bem acolhidas por essa terra – disse o prefeito.

Descontentamento
Apesar do aumento do efetivo na região, alguns prefeitos manifestaram descontentamento. Um deles é Miguel Almeida (PP), de Minas do Leão, cidade que não receberá policiais. O prefeito cobra do Estado uma contrapartida ao apoio que vem dando à Brigada Militar no município. Em Butiá, para onde serão destinados apenas dois policiais, o vereador Joel Maraschin (MDB) também manifestou inconformidade com o pequeno número de policiais que a cidade receberá. “Urge nova intervenção junto à Secretaria de Segurança do RS, pois após tantas lutas e tantos pedidos, e com índices de homicídios tão altos, é uma vergonha esta destinação de efetivo”, disse.
Na quarta-feira, 16, uma comitiva da região irá até a Secretaria de Segurança Pública pedir mais policias ou a revisão da distribuição do efetivo.