Gestante teve ácido aplicado na barriga durante consulta do pré-natal em São Jerônimo

Secretário Municipal de Saúde disse que foi instaurado processo administrativo para apurar o fato

Por Portal de Notícias 13/01/2018 - 15:19 hs
Foto: Arquivo pessoal / Divulgação
Gestante teve ácido aplicado na barriga durante consulta do pré-natal em São Jerônimo
Gestante teve quimaduras na barriga após aplicação de ácido

Esta semana, uma mulher de 29 anos, grávida de seis meses, teve ácido em vez de gel aplicado na barriga durante consulta do pré-natal  do Posto de Saúde Central, em São Jerônimo. A denúncia foi feita nas redes sociais pela cunhada da gestante.

Segundo ela, no momento de realizar o procedimento para escutar os batimentos do coração do feto pelo sonar, não havia os equipamentos necessários e uma servidora teve de providenciar. A mesma servidora entregou ao médico dois frascos que deveriam conter o gel que é utilizado durante o exame, porém o que havia nos frascos era ácido, que ao ser aplicado na barriga da gestante causou algumas lesões. Ainda segundo a denúncia, outra profissional entregou à gestante uma ficha para que fosse examinada por outro médico, já que ela se queixava de ardência no local. Porém, o caso era de urgência devido ao risco à saúde da gestante e do feto, porém havia 17 pessoas na fila de espera. O caso foi registrado da Delegacia de Polícia e a gestante fez o exame de corpo de delito para verificar a extensão da lesão e identificar o tipo de ácido utilizado. O caso será levado à Justiça.

O secretário municipal de Saúde, Éderson Pizzio Lopes, disse que ao tomar conhecimento do fato determinou a abertura de um processo administrativo para apurar o caso.

Na tarde de sábado, devido à repercussão do caso, o secretário publicou nas redes sociais uma nota de esclarecimento. Leia a baixo:

COMUNICADO A COMUNIDADE DE SÃO JERÔNIMO

Sexta feira na parte da tarde tomei conhecimento de um incidente envolvendo uma gestante (que por ética preservaremos o nome) em atendimento na Unidade de Saúde Central.

Aconteceu que foi trocado o frasco do gel que o médico utiliza no aparelho que escuta os batimentos do bebê.

No frasco utilizado havia um solução que é usada para cauterizar feridas ou verrugas, sempre de aplicação e uso exclusivo do médico ginecologista.

Imediatamente quando tomamos conhecimento, determinamos abertura de Processo administrativo disciplinar para apurar os fatos.

Pessoalmente visitei a paciente em sua casa, e colocamos à disposição para o que se fizer necessário. Felizmente a paciente encontra se bem.

Também determinamos o afastamento da servidora do setor até que se conclua o processo.

A Administração municipal tem buscado implantar uma saúde humanizada e acolhedora, prova disso conhecendo a demanda e os problemas de lotação do sistema estamos inaugurando a Policlinica municipal afim de descentralizar o atendimento e atender à todos da melhor forma possível.

Reafirmamos o compromisso com o bom atendimento e a constanste busca de melhorias no sistema.