Prefeito de Butiá convoca reunião para tratar sobre ações na busca de reforço no policiamento da Região Carbonífera

Por Portal de Notícias 09/01/2018 - 00:47 hs
Foto: DIVULGAÇÃO

Menos de 48 horas após a ocorrência dos ataques contra três agências bancárias de Butiá, o prefeito do município, Daniel Almeida, esteve reunido com o comando da Brigada Militar (BM) e representantes do Executivo de seis municípios da Região Carbonífera. A reunião ocorreu na noite desta segunda-feira (08), na Prefeitura de Butiá, e foi convocada pelo prefeito em caráter de urgência para tratar sobre ações imediatas na busca de melhorias no policiamento da região.

Durante o encontro, que teve duração de três horas, Daniel Almeida, juntamente com os prefeitos e vice-prefeitos de Arroio dos Ratos, Charqueadas, Eldorado do Sul, General Câmara, Minas do Leão e São Jerônimo, cidades que fazem parte da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (ASMURC), estiveram dialogando com o Coronel Quadros, Comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva – Centro Sul (CRPO-CS).

Além disso, o Tenente Padilha, do 28º BPM, e o Sargento Rudinei, do Pelotão de Butiá, também acompanharam a reunião. Em pauta, estava a reivindicação do aumento de efetivo nos municípios e a organização de um movimento para pressionar o Governo do Estado.

De acordo com o prefeito Daniel Almeida, em momento algum está sendo questionado o trabalho da Brigada Militar, que apesar das dificuldades, se desempenha com excelência na proteção da comunidade.

-Não estou duvidando da Brigada Militar, pois reconheço o trabalho que a instituição realiza. Em todas minhas colocações sempre cobrei respostas do secretário de Segurança Pública sobre dar atenção para nossa região - explicou o prefeito Daniel Almeida.

Entre as primeiras ações articuladas, os prefeitos irão fazer esforços conjuntos para solicitar uma reunião diretamente com o secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, e o Governador José Ivo Sartori.

-Vamos pressionar ainda mais para reforço imediato no efetivo da Brigada Militar e melhor infraestrutura para os corajosos agentes que hoje fazem muito com tão pouco -  concluiu Almeida.