Arroio dos Ratos sedia 7º Encontro de Terno de Reis na próxima sexta-feira

O 7º Encontro Regional de Terno de Reis acontece a partir das 19 horas da próxima sexta-feira, 5, na Sociedade Harmonia, em Arroio dos Ratos.

Por Portal de Notícias 02/01/2018 - 17:11 hs

Arroio dos Ratos sedia 7º Encontro de Terno de Reis na próxima sexta-feira
Tradição se refere a história bíblica dos Três Reis Magos e sua chegada ao lugar onde se encontrava

O 7º Encontro Regional de Terno de Reis acontece a partir das 19 horas da próxima sexta-feira, 5, na Sociedade Harmonia, em Arroio dos Ratos.

O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Turismo e Coordenação de Cultura, com apoio da Sociedade Harmonia.

 O  Encontro de Terno de Reis já é tradicional no município e é um momento de confraternização e apreciação desta antiga tradição, de origem açoriana, trazida ao Brasil ainda na época da colonização portuguesa.

Em 2016, a festa foi recebeu grupos de Arroio dos Ratos, Dom Feliciano, Guaíba, Barão do Triunfo, Eldorado do Sul e Camaquã.

Saiba mais - Terno de Reis

É como são chamadas as canções, ou os pequenos grupos de músicos que as realizam, que têm como referência a história bíblica dos Três Reis Magos e sua chegada ao lugar onde se encontrava o menino Jesus. Elas mantêm uma tradição de origem portuguesa relacionada a essa história bíblica. Tradicionalmente, esses grupos percorrem as casas de suas comunidades desde o dia 25 de dezembro até a véspera do dia 6 de janeiro, data em que se comemora mais amplamente o Dia de Reis.

A tradição se baseia nos relatos da Bíblia e datas fixadas posteriormente pela Igreja, segundo os quais os chamados Três Reis Magos, Gaspar, Melchior e Blatazar iniciaram sua procura por Jesus no dia 25 de dezembro e o encontraram no dia 6 de janeiro, data em que se comemora o Dia de Reis. Desse modo, é comum que os grupos, tradicionalmente compostos por três cantores do Terno e outros instrumentistas, cheguem às casas de suas comunidades de surpresa durante a noite, entre os dias 25 de dezembro e 6 de janeiro de cada ano.

No entanto, é possível que durante o evento os cantores criem as letras com base em improvisação, usando como elemento fatos ocorridos durante aquela noite em específico, fazendo referência, por exemplo, à família que os recebeu, à contribuição feita aos cantores, etc.