Embrapa fecha acordo com instituições no RS para recuperar bacia do Rio Jacuí

Projeto Água Limpa, de interesse da modelo Gisele Bundchen e sua família, e o Instituto SafeWeb investem em pesquisa para melhor aproveitar a água e o desenvolvimento ambiental

Por Portal de Notícias 22/12/2017 - 15:17 hs
Foto: Divulgação / Fepam
  Embrapa fecha acordo com instituições no RS para recuperar bacia do Rio Jacuí
Extração de areia é uma das atividades econômicas realizadas no Jacuí

A Embrapa fechou um acordo de cooperação técnica na área de gestão de água e recuperação de áreas na bacia do rio Jacuí, na segunda-feira, 18. A parceria é com o Ministério Público Estadual (MP-RS) e o Instituto SafeWeb - braço social da Safeweb Segurança da Informação - e do Projeto Água Limpa, desenvolvido pela família da modelo Gisele Bündchen. O ato aconteceu na sede do MP, em Porto Alegre.

O documento assinado na tarde é um guarda-chuva para projetos que serão devidamente detalhados e formalizados futuramente, por meio de instrumentos jurídicos específicos.

A ação vem sendo tratada desde o mês de novembro junto ao MP e prevê a revitalização da bacia do Rio Jacuí, desde as nascentes até o Guaíba. A família Bundchen já realizou a recuperação de rios, como foi feito com o Rio dos Pratos, em Horizontina-RS. Durante sete anos a atividade conjunta entre o Instituto e a Promotoria de Justiça do município alcançaram a transformação da qualidade da água da população.

As atividades planejadas por esta cooperação técnica vão contar com a expertise e a capilaridade de profissionais das duas organizações no Estado - MP e Embrapa - bem como das experiências nacionais com questões da água e da função da ferramenta da macroeducação em complexos projetos de desenvolvimento regional e local.

Participaram do evento o chefe-geral da Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS), Clenio Pillon, que representa o diretor-executivo de Transferência de Tecnologias da Embrapa, Cléber Soares; o diretor geral da SafeWeb, Luiz Carlos Zancanella; o responsável pela condução do projeto Água Limpa e sociólogo, Valdir Bundchen, pai da modelo; e o procurador-geral de Justiça do Estado, Fabiano Dallazen.

O chefe-geral da unidade de pesquisas de Pelotas apresentou a estrutura institucional e de programação de pesquisa da Embrapa e das unidades de pesquisa localizadas no Estado. Além disso, apresentou projetos e resultados de pesquisas para subsidiar o programa de proteção de nascentes e de desenvolvimento ambiental, neste caso do Rio Jacuí - com atendimento a 72 municípios gaúchos pelo programa.

Rio Jacuí

A nascente do Rio Jacuí está localizada no município de Passo Fundo, e a menos de 900 metros das nascentes dos rios do Peixe e Guaporé. No município de Triunfo, recebe o rio Taquari, encorpando ainda mais o volume de suas águas. O rio Jacuí é navegável desde o Rio Guaíba até a cidade de Cachoeira do Sul. Dentre outros afluentes, podemos citar os rios Pardo (na cidade de Rio Pardo), Iruí, Botucaraí, Piquiri (próximos a Cachoeira do Sul), Rio Colorado (na divisa dos municípios de Tapera e Selbach), rio São Bento e Butiá. O rio Jacuí deságua no delta do Jacuí, um conjunto de canais, ilhas e pântanos a partir do qual se forma o lago Guaíba.

O Rio Jacuí é de vital importância para o estado e para os municípios em que passa, sendo fonte de irrigação de lavouras, sustentando famílias que dependem da pesca e possuindo diversas áreas licenciadas para extração de areia. O rio Jacuí também é muito utilizado para passeios e esportes náuticos.