Corpo de Bombeiros de São Jerônimo tem mais efetivo, mas estruturas ainda preocupa

Sargento Eduardo Farias, que assum,iu o comando do CMB em agosto, espera melhorias com a desvinculação da Brigada Militar

Por Portal de Notícias 01/12/2017 - 16:31 hs
Foto: Cauê Florisbal
  Corpo de Bombeiros de São Jerônimo tem mais efetivo, mas estruturas ainda preocupa
Sargenro Eduardo FArias comanda o CBM desde agosto

Cauê Florisbal

Desde o último mês de agosto, o Corpo de Bombeiros Militares (CBM) de São Jerônimo está sob o comando do sargento Eduardo Farias. O quartel, localizado na Rua Délia Drenes, no Centro de São Jerônimo, atende seis municípios da região Carbonífera. Recentemente, houve um aumento no efetivo, mas o CBM ainda enfrenta problemas com as viaturas e a falta de horas extras para manter o plantão.

O Portal de Notícias entrevistou o novo comandante, que falou sobre efetivo, viaturas, área de atuação e o apoio dos bombeiros voluntários.

Efetivo

Segundo Farias, nos últimos meses a quantidade de servidores disponíveis aumentou. Este aumento se deve a desvinculação dos Bombeiros da Brigada Militar. Ele acredita que esta mudança irá melhorar as condições de trabalho da corporação em todo o estado.

- Já tivemos nove bombeiros. Hoje contamos com dezenove e temos vagas para um total de trinta e um. Todos atuam em Arroio dos Ratos, Butiá, Charqueadas, São Jerônimo, Minas do Leão e General Câmara. Depois da desvinculação, ficamos no mesmo nível da Brigada Militar, sendo mais um órgão da segurança pública. Começamos a receber efetivo e estamos para receber mais. Neste primeiro momento os Bombeiros ainda não têm um efetivo administrativo para fazer os trâmites que a Brigada fazia, mas com o tempo vai melhorar em todo o estado – afirma Farias.

Mesmo com o aumento no número de servidores, em alguns turnos o CBM de São Jerônimo fica sem plantão devido a pouca quantidade horas extras liberadas. Segundo Farias, o quartel fecha por volta das 23 horas e, a partir deste horário, o Corpo de Bombeiros de Guaíba atende as ocorrências da região Carbonífera.

 Viaturas

Atualmente, o quartel tem a disposição quatro caminhões, mas devido a problemas de manutenção apenas um está disponível para atender as seis cidades. Farias acredita que em breve terá mais dois caminhões em serviço.

- Hoje estamos com dois caminhões. Um estragou esta semana e outro que está com problema na bomba e será arrumado. Pedimos um emprestado para Canoas, mas estamos para receber de volta dois caminhões arrumados. Neste momento, temos apenas um para atender aos seis municípios – explica Farias.

Voluntários

Farias revela que já teve casos que o Corpo de Bombeiros não pode atender um caso devido ao caminhão estar atendendo outra ocorrência. Neste caso, a alternativa é recorrer aos Bombeiros Voluntários ou ao Corpo de Bombeiros mais próximo.

- Já aconteceu de nós estarmos atendendo uma ocorrência e nos chamarem em outro local. Neste caso, acionamos o Corpo de Bombeiros Voluntários ou o quartel mais próximo do local da ocorrência. Temos um bom relacionamento com os bombeiros voluntários da região e, se eles estão no município com apoio da Prefeitura, para nós é melhor porque é mais um órgão de apoio, mas nós somos os responsáveis pelos municípios – diz Farias.