Charcode vai reunir mais de 120 alunos do estado em Charqueadas

Por Portal de Notícias 20/10/2017 - 07:57 hs

Acontece nesta sexta-feira e sábado, dias 20 e 21, no IFSul Campus Charqueadas, a 3ª edição da Charcode,  competição voltada a estudantes de programação de computadores e desenvolvimento de softwares.  Organizada pelo Curso de Informática, a competição vai reunir cerca de 120 alunos do IFSul dos campi de Sapucaia, Charqueadas, Pelotas e Bagé, e dos IFRS de Vacaria, Feliz e Restinga (Porto Alegre), divididos em quatro categorias: maratona, batalha virtual, GladCode e Hackathon.

Segundo o professor Calebe Conceição, a Charcode é uma forma dos alunos se interessarem mais pelo conteúdo da programação e buscarem soluções para problemas da comunidade.

- Em uma das modalidades, a Hackathon, se trabalham tecnologias para resolver problemas da sociedade, que são apresentados ao aluno no momento da competição. Com isso, ele irá refletir sobre o problema e buscar a solução com ferramentas tecnológicas - explica Conceição.

Na edição de 2015, foi trabalhada a questão da reciclagem de vidro e foi desenvolvida uma lixeira com censor, que avisa quando ela está cheia. O aplicativo também pode ser utilizado em containeres que são colocados nas ruas. Em 2016, um dos projetos da Charcode foi um software que permite que a população cadastre demandas que são consideras urgentes, um aplicativo semelhante ao que hoje é utilizado na prefeitura de Porto Alegre.

 

Saiba como é cada modalidade da 3ª Charcode

Maratona de Programação
Numa maratona de 4 horas seguidas de programação, as equipes de três alunos competem entre si para resolver o maior número possível de questões, no menor tempo. Os professores do IFSUL elaboraram com carinho 10 questões de diversos níveis de complexidade. As equipes colocarão em prática sua capacidade de interpretação, estratégia, trabalho em equipe, lógica, e habilidades de programação.

Batalha Virtual

Radar de longo alcance, tiros de raio laser, energia e munição limitadas. Nessa competição feroz, mas que não machuca ninguém, as equipes programam um tanque de guerra virtual com essas características. Os robôs das equipes se enfrentam numa arena virtual fechada, no melhor estilo todos contra todos, com o mesmo objetivo: ser o último a explodir. Que vença o melhor.

GladCode

Nessa nova modalidade, a disputa é virtual e as mãos precisam estar bem abertas para programar os melhores gladiadores. Os times de três competidores usam suas habilidades de programação para treinar os seus guerreiros para as mais épicas batalhas. Os guerreiros ficam mais fortes a cada vitória. Teletransportes, emboscadas, invisibilidade e magias, são habilidades extras. Perceber o ambiente, os oponentes e tomar as melhores decisões é essencial se quiser vencer.

Hackathon

Nessa modalidade de competição as equipes de 5 alunos serão desafiadas a aplicar sua criatividade, habilidade de gestão, planejamento, e poder de persuasão. Um problema (ou um conjunto de problemas) surpresa será apresentado na abertura do evento. Os times terão um total de 24 horas seguidas para propor, desenvolver um protótipo usando os conhecimentos técnicos adquiridos, e defender a solução proposta para uma banca avaliadora multidisciplinar.