Polícia prende integrante de quadrilha envolvida em roubo de helicóptero abandonado em Triunfo

Erick Aires Müller, contratante da aeronave na Serra Gaúcha, segue foragido

Por Portal de Notícias 08/05/2017 - 11:07 hs
Foto: Divuilgação / Brigada Militar
Polícia prende integrante de quadrilha envolvida em roubo de helicóptero abandonado em Triunfo
Aeronave foi abandonada em um sítio em Triunfo

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira, 8, a operação Ranger que visa desarticular quadrilha envolvida no roubo de helicóptero em Canela, na Serra gaúcha, no mês passado. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão em Porto Alegre, Alvorada e Caxias do Sul. Uma mulher, de 27 anos, é suspeita de envolvimento e foi presa temporariamente em Alvorada. Ela seria a pessoa que recepcionou a chegada do helicóptero no sítio em Triunfo.

Essa operação da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) dá seguimento à investigação do roubo da aeronave que seria utilizada no resgate de presos. A polícia segue com o trabalho de encontrar o contratante do serviço, Erick Aires Müller, de 24 anos, que segue foragido. Segundo a polícia, a fortes indícios de que a aeronave seria utilizada para resgate de presos em Charqueadas.

Conforme o delegado João Paulo de Abreu, na casa onde a mulher estava, a polícia conseguiu apreender uma série de documentos como carteiras de habitação e carteiras de identidade.

- A operação Ranger tem a sua primeira fase hoje e se relaciona com a pessoa que contratou o serviço de táxi aéreo lá em Canela. Então o objetivo dessa fase é efetivar a prisão preventiva do contratante, que é o Erick Aires Müller, bem como uma mulher que fez cobertura para contratação do serviço e o pouso do helicóptero. Nós conseguimos efetivar a prisão temporária dessa mulher. Além disso, nesse local, nós conseguimos aprender diversos tipos de documentos que serão objetos de flagrante em razão disso - afirma o delegado.

 

Caso

Os bandidos roubaram a aeronave da TRI Táxi Aéreo no dia 8 de abril em Canela. Eles alugaram o veículo para um voo, mas durante o trajeto anunciaram o sequestro. Depois de partirem de Canela, o grupo voou até chegar a um sítio em Triunfo. Na sequência, o piloto foi levado de carro até Porto Alegre, onde foi liberado. A aeronave, que segundo as suspeitas da polícia serviria para resgatar presos em Charqueadas, foi encontrada abandonada no sítio. Com informações da Rádio Guaíba.

 

Matéria relacionada:

Helicóptero roubado é localizado em Triunfo

 

Por Portal de Notícias 09/04/2017 - 10:05 hs