Furar a orelha do bebê requer cuidados para evitar irritações e alergias

Pediatra alerta que o local escolhido para o procedimento deve ser bem avaliado e não buscar locais com ambientes hospitalares

Por Portal de Notícias 20/04/2017 - 16:46 hs
Foto: Play Press / Divulgação
Furar a orelha do bebê requer cuidados para evitar irritações e alergias
Cuidados devem ser tomados para evitar contaminações e alergias

Quando nasce uma menina, os pais logo ficam na dúvida: onde furar a orelha do bebê para colocação de brincos? Para quem decide colocar brincos no recém-nascido, a pediatra associada da Sociedade de Pediatria do RS (SPRS), Liane Netto, alerta que alguns cuidados devem ser tomados, para evitar irritações, contaminações e alergias.

A pediatra alerta que o local escolhido para o procedimento deve ser bem avaliado e não buscar locais com ambientes hospitalares, para que a criança não corra risco de eventual contaminação. Farmácias também precisam ser evitadas pelos pais. O ideal é procurar ambulatórios e serviços oferecidos por enfermeiros fora do hospital.

- É recomendável que o furo seja feito com um brinco de ouro ou com aço inoxidável, para que a criança não tenha alergia. Os materiais também evitam qualquer tipo de contaminação. Após o furo, fazer a higienização diária até a completa cicatrização. É possível, também, passar uma pomada antibiótica no local. Tem que cuidar para que não tenha inchaço ou vermelhidão. Nesses casos, buscar auxílio médico para saber como tratar - ressalta.

 

Outra orientação passada pela médica é no momento da troca de roupas e do banho. Cuidar para não enroscar ou prender as roupas no brinco, pois isso poderá resultar em um ferimento no recém-nascido.