Mentalidade

Por Marcos Essvein 10/11/2017 - 13:46 hs

Mentalidade I

Os parlamentares muitas vezes reclamam porque a população não comparece às sessões do Legislativo e, de certa forma, eles têm razão, pois o contribuinte deve acompanhar se o poder público está executando o seu papel. No entanto, é compreensível essa ausência, porque assistir sessões do Legislativo onde as pautas que dominam são trocas de lâmpadas, quebra-molas, nomes de ruas em homenagem a parentes de aliados e bate boca por questões pessoais e política partidária afasta a população da chamada Casa do Povo. Esse tipo serviço os vereadores podem encaminhar direto às secretarias competentes, usando o tempo que estão no Legislativo para mobilizar as comissões existentes para definir estratégias de desenvolvimento dos seus municipios. Se falarmos de Charqueadas, a cidade tem tudo para ir para frente e sair da crise de uma vez por todas, pois tem uma boa área industrial, é próxima ao Rio Jacuí, possui gás natural e duas escolas técnicas. Mas para isso os políticos têm que parar de pensar em tomar decisões pensando apenas na reeleição. É preciso pensar o futuro da cidade nas próximas décadas.

Mentalidade II

Até o momento, pelo que se escuta nos bastidores e pelas pré-candidaturas já lançadas, a região poderá ter mais de quatro candidatos a deputado. Infelizmente, a vontade de fazer nome para se candidatar a prefeito em 2020, e até mesmo fazer uma boa votação para ganhar um bom cargo no Governo do Estado, faz com que os políticos deixem de buscar união em torno de um nome para representar a região na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. Para “ajudar”, existem aqueles vereadores, presidentes de partidos e até mesmo militantes que apoiam candidatos em troca de cargos. Já está reiniciando o “desfile” de deputados “sempre comprometidos com as causas da região” (SQN).

Representação

A falta de representação política da região Carbonífera ficou evidente nos últimos dias, quando a Bancada Federal Gaúcha decidiu destinar uma emenda parlamentar para uma obra que não tem nem ao menos o projeto executivo, em detrimento da duplicação da BR-290. Não se iluda, eleitor: esses que vêm de fora pedir seu voto não estão dispostos a apoiar os projetos da região. Destinam migalhas para a Carbonífera, com o aval de nossos políticos locais, enquanto para suas bases eleitoras despejam recursos.

Isenção de IPTU

O vereador Jozi Marins (Esporinha,PSB) apresentou na sessão da Câmara de Vereadores de Charqueadas de terça-feira, 9, o pedido de isenção do IPTU para proprietários de imóveis que estão desempregados e que não tenham outra renda. Segundo informações do setor de protocolo da prefeitura, já existe isenção para pessoas que não têm condições de pagar o imposto. Para isso, é necessário ir ao protocolo levando a documentação necessária e a Assistência Social analisa se o propirtário deve ser contemplado com a isenção ou não.